- criado em 02/12/2014

Prefeitura paga maior bônus da história à funcionários da educação

A Prefeitura, através da Secretaria de Educação, depositou no último mês de janeiro, o bônus do Fundeb, maior valor pago até hoje, sendo mais de 7 milhões distribuídos à todos os profissionais da educação, incluindo os auxiliares.  Foram aproximadamente 1.600 servidores.

Para se ter uma ideia, em média, um diretor com jornada de 40 horas semanais recebeu R$ 9.500,00, um professor de ensino fundamental com jornada de 33 horas semanais recebeu R$ 7.000,00. Além disso, outra benfeitoria realizada neste ano foi o pagamento de bônus para todo o quadro de apoio escolar, dentre estes, os auxiliares de educação, que receberam, em média, para uma jornada de 40 horas de trabalho o valor de R$ 3.500,00 para cada funcionário. Nos anos anteriores os auxiliares não recebiam o bônus proveniente do Fundeb.

Importante lembrar que o valor recebido por cada funcionário da educação municipal foi extremamente alto, considerando-se os valores pagos em nossa região e nas demais regiões do Brasil, além de ser o maior valor já pago na história do FUNDEB em nossa cidade.   

FUNDEB

O Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) atende toda a educação básica, da creche ao ensino médio. Substituto do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério (Fundef), que vigorou de 1997 a 2006, o Fundeb está em vigor desde janeiro de 2007 e se estenderá até 2020.

A estratégia é distribuir os recursos pelo país, levando em consideração o desenvolvimento social e econômico das regiões — a complementação do dinheiro aplicado pela União é direcionada às regiões nas quais o investimento por aluno seja inferior ao valor mínimo fixado para cada ano. Ou seja, o Fundeb tem como principal objetivo promover a redistribuição dos recursos vinculados à educação.

A destinação dos investimentos é feita de acordo com o número de alunos da educação básica, com base em dados do censo escolar do ano anterior. O acompanhamento e o controle social sobre a distribuição, a transferência e a aplicação dos recursos do programa são feitos em escalas federal, estadual e municipal por conselhos criados especificamente para esse fim. O Ministério da Educação promove a capacitação dos integrantes dos conselhos.

Todas as notícias